jusbrasil.com.br
29 de Março de 2020

Modelo de Escritura Pública de Inventário Extrajudicial

Andrew de Estefano Turquetti, Advogado
ano passado
Modelo de Escritura Pública de Inventário Extrajudicial.docx
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

LIVRO N. //////////// PÁGINA N. ////////////// 1º TRASLADO

ESCRITURA PÚBLICA DE INVENTÁRIO DO ESPÓLIO DE //////////////, na forma abaixo:

SAIBAM, quantos esta virem que, aos //////// (////////) dias do mês de ////////, do ano dois mil e //////// (////////), nesta cidade e Comarca de ////////, Estado de São Paulo, neste Sétimo Serviço Notarial, perante mim, Escrevente, compareceram as partes entre si, justas e contratadas, a saber: como outorgantes e reciprocamente outorgados: a VIÚVA MEEIRA: ////////, brasileira, ////////, viúva, portadora da cédula de identidade RG n. ////////-SSP/SP, inscrita no CPF/MF sob o n. ////////, residente e domiciliada nesta cidade de /////////SP, na Rua ////////, nº ////////, CEP. ////////; e os HERDEIROS FILHOS: 1) ////////, brasileiro, ////////, portador da cédula de identidade RG n. ////////, inscrito no CPF/MF sob n. ////////, casado aos ////////, pelo regime da comunhão //////// de bens, na vigência da Lei 6.515/77, conforme certidão de casamento termo n. ////////, livro B-////////, fls. ////////, do //////// Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais de /////////SP, com ////////, brasileira, ////////, portadora da cédula de identidade RG n. ////////-SSP/SP, inscrita no CPF/MF sob n. ////////, residente e domiciliado nesta cidade de /////////SP, na Rua //////// - CEP: ////////; 2) ////////, brasileiro, ////////, portador da cédula de identidade RG n. ////////-SSP/SP, inscrito no CPF/MF sob n. ////////, casado aos ////////, pelo regime da comunhão //////// de bens, na vigência da Lei 6.515/77, conforme certidão de casamento termo n. ////////, livro B-////////, fls. ////////, do //////// Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais de /////////SP, com ////////, brasileira, ////////, portadora da cédula de identidade RG n. ////////-SSP/SP, inscrita no CPF/MF sob n. ////////, residente e domiciliado nesta cidade de /////////SP, na Rua //////// - CEP: ////////; Comparece ainda como ADVOGADA constituída e apresentada pelas partes, a Dra. //////// brasileira, ////////, inscrita na OAB/SP sob n. ////////, e no CPF/MF sob n. ////////, com escritório nesta cidade de /////////SP, na Rua ////////, n. ////////, //////// - CEP: ////////. Todas as partes e o advogado foram identificados pelos documentos apresentados, cuja capacidade reconheço e dou fé. Pelos outorgantes e reciprocamente outorgados devidamente acompanhados por seu advogado acima nomeado, me foi requerido que seja feito o inventário e a partilha dos bens deixados por falecimento de ___ e declararam o seguinte: 1) DO AUTOR DA HERANÇA: ////////, era brasileiro, ////////, portador da cédula de identidade RG n. ////////-SSP/SP, inscrito no CPF/MF sob n. ////////, era filho de //////// e ////////, e nasceu na cidade de /////////SP, no dia ////////. 1.1.DO FALECIMENTO: Faleceu no Hospital ////////, nesta cidade de /////////SP, no dia ////////, do mês de ////////, do ano de dois mil e ////////, e residia nesta cidade de /////////SP, na Rua //////// n. ////////, ////////, conforme certidão de óbito expedida pelo ////////º Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais desta cidade e Comarca de /////////SP, matriculada sob n. ////////. 1.2.DA INEXISTÊNCIA DE TESTAMENTO: O de cujus faleceu ab intestato, nos termos da certidão negativa de existência de testamento expedida pelo Colégio Notarial do Brasil - seção de São Paulo, responsável pelo Registro Central de Testamentos do Estado de São Paulo. 1.3.HERDEIROS: de seu casamento em únicas núpcias com a Sra. ////////, sob o regime da comunhão //////// de bens, //////// Lei n. 6.515/77, conforme certidão de casamento, Termo n. ////////, do Livro B-////////, Folha ////////, do Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais da cidade /////////SP, possuía //////// filhos, acima qualificados, que são seus únicos herdeiros descendentes. 2) DOS BENS: O de cujus e sua esposa possuíam, por ocasião da abertura da sucessão, os seguintes bens: a) UM IMÓVE ////////, que recebeu o número ////////, com frente para a Rua ////////, construído no lote de terreno designado pelo n. //////// (////////), da quadra “////////”, do loteamento denominado “////////” em ////////, situado nesta cidade e comarca de ////////SP, na ////////ªcircunscrição imobiliária local, com a área total, inclusive a parte construída de ///////,00m2, estando este imóvel devidamente descrito e caracterizado na matrícula adiante mencionada. AQUISIÇÃO: imóvel este adquirido pelo de cujus e sua esposa, por compra feita à //////// e sua esposa, ////////, conforme Escritura Pública de Venda e Compra lavrada nestas Notas, no Livro ////////, página ////////, datada de ////////, pelo valor de //////// (moeda da época), registrada sob n. ////////, na matrícula número ////////, do ////////º. Cartório de Registro Imobiliário desta cidade e Comarca de /////////SP. CADASTRO E VALOR: o imóvel acha-se cadastrado na Prefeitura Municipal sob o código cartográfico n. ////////, com valor venal total para o presente exercício de R$////////, e para este ato R$////////, ao qual as partes atribuem para efeitos fiscais o mesmo valor; b) Automóvel “ //////// “– ano //////// “ “, modelo //////// “ “, registrado no RENAVAN sob nº //////// “, placa n. “////////, licenciado pelo DETRAN de ////////SP, avaliado pela FIPE- Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, por R////////, e para este ato R$////////, ao qual as partes atribuem para efeitos fiscais o mesmo valor, e, d) Saldo Bancário e Aplicações Financeiras junto ao Banco “ //////// “, agência “ //////// “, conta corrente n.” //////// “, com saldo de R$////////, e para este ato R$////////.3) DOS DÉBITOS: 3.1.O de cujus nada devia, na ocasião da abertura de sua sucessão.4) DA PARTILHA E DO PAGAMENTO DOS QUINHÕES : 4.1.O total liquido dos bens e haveres do espólio totalizam um montante de R$////////,cuja partilha e o pagamento dos quinhões são feitos da seguinte forma: a meeira receberá em pagamento de sua meação, uma parte ideal correspondente a 50% (cinquenta por cento), ou ½ (um meio), dos bens acima descritos e caracterizados no valor total de R$////////; à cada um dos herdeiros filhos, acima qualificados, recebem em pagamento a sua legitima, uma quota parte correspondente a 25% (vinte e cinco por cento), ou ¼ (um quarto), do patrimônio liquido, no valor de R$//////// 5) DAS CERTIDÕES E DOCUMENTOS APRESENTADOS: Além dos documentos já enunciados, foram apresentados mais os seguintes, do autor da herança: a) certidão de óbito; b) certidão negativa de testamento expedida pelo Colégio Notarial do Brasil, seção São Paulo; c) certidão conjunta negativa de débitos relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União, a qual foi verificada, por esta serventia, via internet sob o código de controles n. ___////////, emitida as //////// do dia ////////, com validade até ////////; d) certidões negativas de tributos municipais, expedidas pelas Prefeituras competentes, aos ////////; e) declaração de transmissão por Escritura Pública e demonstrativo de cálculo do ITCMD n. ////////, f) certidões negativas de ônus, expedidas pelos Cartórios de Registro de Imóveis competentes, arquivadas nestas Notas na pasta ////////, g) relatório de consulta de indisponibilidade negativo normatizado pelo Provimento CGJSP n. 13/2012 de 14/05/2012, código Hash n. ////////, fica arquivado nestas Notas na pasta ////////, h) negativa de débitos trabalhistas n. ////////, recomendada pela Lei 12440/2011, cuja certidão acompanha o presente instrumento, ficando arquivadas ainda nestas Notas as certidões descritas nos itens a, b, c, d, na pasta ////////, fls. //////// à //////// e a descrita no item e, na pasta ////////, fls. //////// à ////////. 6) DECLARAÇÕES DAS PARTES. As partes declaram que 6.1.: os imóveis ora partilhados se encontram livres e desembaraçados de quaisquer ônus, dívidas, tributos de quaisquer naturezas, inclusive débitos condominiais; 6.2.: não existem feitos ajuizados fundados em ações reais ou pessoais reipersecutórias que afetem os bens partilhados, e, 6.3.: não são empregadores rurais ou urbanos e não estão sujeitas às prescrições da lei previdenciária em vigor. 7) DECLARAÇÕES DO ADVOGADO: Pelo Dr. ////////, me foi dito que, na qualidade de advogado dos herdeiros, assessorou e aconselhou seus constituintes, tendo conferido a correção da partilha e seus valores de acordo com a Lei. 8) DO ITCMD, Que o imposto de transmissão causa mortis, e a respectiva guia do imposto já recolhida fica arquivada nestas Notas, na pasta ////////. 9) DA NOMEAÇÃO DO REPRESENTANTE: Os herdeiros nomeiam REPRESENTANTE e INVENTARIANTE deste espólio, o Sr. ////////, conferindo-lhe todos os poderes que se fizerem necessários para representar o espólio em juízo ou fora dele, podendo praticar todos os atos de administração dos bens que possam eventualmente estar fora deste inventário e que serão objeto de futura sobrepartilha, nomear advogado em nome do espólio, ingressar em juízo, ativa ou passivamente, podendo enfim praticar todos os atos que se fizerem necessários à defesa do espólio e do cumprimento de suas eventuais obrigações formais, tais como outorga de escrituras de imóveis já vendidos e quitados. O nomeado declara que aceita este encargo, devendo cumprir eficazmente seu mister, comprometendo-se desde já, a prestar conta aos herdeiros, se por eles solicitado. O inventariante declara estar ciente da responsabilidade civil e criminal pela declaração de bens e herdeiros e veracidade de todos os fatos aqui relatados. 10) DECLARAÇÕES FINAIS: 10.1. As partes requerem e autorizam os Oficiais dos Registros Imobiliários competentes a praticar todos os atos que se fizerem necessários ao registro da presente. Ficam ressalvados eventuais erros, omissões ou direitos de terceiros; Ficam desprezadas eventuais diferenças de centavos verificadas nas divisões dos valores constantes desta escritura, bem como nas atribuições dos respectivos quinhões aos respectivos herdeiros. A presente escritura pública de inventário, é titulo hábil para formalizar a transmissão de domínio, conforme os termos aqui expressos. Emitida a "DOI" - Declaração sobre Operações Imobiliárias à Secretaria da Receita Federal, conforme Instrução Normativa vigente. Assim disseram e dou fé. A pedido das partes lavrei esta escritura a qual feita e lida em voz alta e clara, acharam em tudo conforme, outorgaram, aceitaram e assinam, dispensando expressamente, a presença e a assinatura de testemunhas, como autoriza o r. Provimento n. 58/89, da Egrégia Corregedoria Geral da Justiça, damos fé. Eu, ////////, Escrevente a escrevi. Eu ////////, ////////////, Tabelião ou //////// Substituto do Tabelião, a subscrevo e assino ao final. (aa) ////////. (Devidamente selada). NADA MAIS. Trasladada em seguida. Eu, Substituto do Tabelião a fiz digitar, conferi, subscrevi, dou fé, assino em público e raso.

Em testemunho _______da verdade

___________________

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)